quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Atualizando

Pra não deixar o blog parado enquanto faço a reforma geral que mencionei no post anterior, vou postar aqui um texto que li no Papo de Gordo. Lá rolou uma discussão bem interessante nos comentários, quem sabe rola aqui também.

-----

CINCO PIADAS QUE NÃO DEVEMOS FAZER SOBRE VEGETARIANOS:

1. Alface, saladinha, alface, comida de passarinho, alface…

Fazer piada com esses itens é pedir para perder o respeito de um vegetariano. Primeiro que obviamente vegetarianos não comem só alface - afinal arroz, feijão, macarrão, batata, pizza, risoto, bruschettas, assados, petit gateau, entre outros milhões de pratos, dos mais simples aos mais elaborados, são feitos de vegetais. Falar que vai ter “alface no espeto” em um churrasco também não tem graça nenhuma! Sério, não tem graça nenhuma. Eu sei que você acha que está sendo super original, mas vamos lá de novo: a alface no espeto realmente já é bem batida =P

Segundo que as pessoas mais saudáveis que conheço (que são vegetarianas “hard core” e comem só coisas saudáveis, orgânicas e na maioria das vezes cruas) comem pratos muito mais bacanas e elaborados do que os “carnívoros” imaginam. Pois é, eu sei que é inevitável imaginar umvegetariano comendo um prato de alface com tomate e cebola de almoço, mas só porque é somente isso que oferecem a ele em um churrasco não quer dizer que é isso que ele realmente come no dia a dia.

Quanto ao comentário de comida de passarinho - a resposta a isso veio de uma conhecidanutricionista e vegetariana e não canso de repetir: “passarinhos não morrem de colesterol e câncer, então é a comida deles que eu quero comer mesmo!” Essa nutricionista é super saudável e investe em uma dieta crudívora que tem como base as sementes - comida de passarinho.

2. Você não tem pena da Alface?

Falar isso a um vegetariano é assinar um atestado dizendo que você não sabe a diferença entre um boi e uma alface. E se você realmente não sabe meu amigo… desisto de qualquer argumento!

E sinceramente: nunca vou entender a obsessão dos não-vegetarianos com a tal da alface. xD

3. Se você estivesse no meio do deserto e só tivesse uma vaca, o que você faria?

Mais uma piadinha que todo mundo faz se achando super original. Sei que não deveria responder sério, mas vamos lá: o vegetariano, perdido no meio do deserto e com fome, faria a mesma coisa que qualquer outra pessoa: lutaria para a sobrevivência da forma que fosse possível.
É claro que vacas - e provavelmente o vegetariano com quem você está conversando - não ficam perdidas no deserto e por isso qualquer resposta à essa pergunta é tão inútil quanto a própria.

Essa pergunta-piada é clássica daqueles que querem arrancar do vegetariano que ele comeria carne se precisasse, como se isso fosse algo que negativasse qualquer motivo sério que faz ele não comer carne na vida real.

4. Seu comedor de soja!

Anos atrás a soja era conhecida como “comida de vegetariano” pois milhões de “substitutos de carne” eram feitos dela. Porém hoje todo mundo já aprendeu que soja faz muito mal na maioria das suas formas (principalmente a tal de “Carne de Soja”, ou “Proteína Vegetal Texturizada”). Dificilmente você vai encontrar vegetarianos comendo soja ou leite de soja como substitutos da carne, pois é sabido que somente as formas fermentadas (shoyu e misso, por exemplo) desse vegetal não são tóxicas. E se você “também adora soja” saiba que isso não é exatamente algo bom. A soja só deixa de ser tóxica e de difícil digestão nas formas usadas lá pelos orientais mesmo: fer-men-ta-da. Se quiser saber mais sobre isso pesquise sobre os inibidores de tripsinaencontrados na semente.

5. Vocês sentem saudades da carne né? Aposto que comem carne escondido!
ou
Vocês sentem saudades da carne né? Por isso que comem hamburguer vegetal, strogonoff vegetal…

Não, os vegetarianos não “sentem saudades da carne”. Quando alguém para de comer carne, seja qual for o motivo, não é necessário comer escondido porque simplesmente ele deixa de gostar do ingrediente. Eu não gosto de pimentão, falo com todas as letras que não como pimentão e não faz sentido eu comer pimentão escondido.

Quanto à fazer versões de receitas com carne usando vegetais: a maioria faz isso simplesmente porque não quer deixar de experimentar diversos sabores e combinações de temperos e ingredientes só porque no meio da receita tem um pedaço de carne. Por que jogar fora livros de receitas inteiros, com sabores e combinações das mais diversas, só porque não gostamos de um ingrediente? É só substituir. Assim como eu não adiciono pimentão nas minhas receitas, não adiciono carne. Quando possível substituo por um ingrediente que eu goste (no caso da carne costumo substituir por cogumelos, por exemplo.)

E fica também uma dica final para os vegetarianos de plantão: não seja como eu enchendo a paciência dos piadistas como fiz neste post. Ria e mude de assunto para garantir menos dor de cabeça ;)

Claudia Regina é fotógrafa e designer curitibana, tem um blog com Dicas de Fotografia e sempre amou gatos, mesmo antes dos lolcats. Tem 50K mas jura que é magra de ruim porque come que nem avestruz. Pra ela até cadarço frito é gostoso e bolo de chocolate é a coisa não-saudável mais saudável (para a alma, pelo menos) que existe. É viciada em emoticons :D e acha que todo mundo é do bem até que se prove o contrário.

-----

Pra quem não leu, o texto foi copiado do Papo de Gordo!

Mais cedo ou mais tarde atualizo novamente. Aproveito para adiantar algo que já falei no twitter: uma nova personagem foi criada.

Até logo! :)


7 comentários:

estudioyabai disse...

dorei o texto e to passando pr frente!

hehe

Beliza disse...

legal que ainda tais postando coisas :)

Alisson disse...

aih, nova personagem? :D
/me curioso!
twiter eh orkut de rico(tudo a ve), bom que postasse aki :P

Rodolfo disse...

Hahahahahahaha, o engraçado é que passo por isso quase todos os dias...

Abraços, Sergio!

alemdoreflexo disse...

hhaha adorei o texto! são coisas clássicas que a gente sempre ouve (também não entendo a obssessão com alface). infelizmente, as pessoas se acostumaram tanto a restringir sua dieta a alimentos extremamente industrilizados recheados de gordura, açucar e atitivos; concentraram tanto seus hábitos alimentares em carne e laticínios que pra maioria é difícil imaginar que existem MUITAS outras opções de alimento sem ser essa...

Soraia disse...

ESSA HISTÓRIA DE INIBIDOR DE TRIPSINA É PURA DESINFORMAÇÃO:

""Sojina" é um nome popular e incorreto, atribuído aos inibidores de proteases, como o inibidor de tripsina e o inibidor de quimiotripsina, presentes na soja e em todas as outras leguminosas como: feijão, ervilha, lentilha, entre outros. Os inibidores de proteases são fatores antinutricionais, termolábeis, ou seja são inativados pelo calor tanto úmido (cozimento), quanto seco (torra). Como ninguém se alimenta de soja crua e os produtos derivados da soja sofrem processamento térmico, como o PTS e a farinha, não há nenhum problema em consumi-los, pois esse fator antinutricional está inativado." Embrapa. Fonte: http://www.cnpso.embrapa.br/soja_alimentacao/index.php?pagina=23

VAMOS COMER SOJA À VONTADE! FIM ÀS CARNES!!

Ana disse...

Ameeeei o texto!! Tenho que conviver com esses piadistas se achando "os espertinhos" diariamente... E é um verdadeiro pé no saco. Já vou copiar esse texo (com os devidos créditos, claro), e fazê-lo circular pelos meus contatos! ;)

Grande beijo,
Ana Cláudia.